Soluções em Software



Desenvolvimento de Software
Sistemas WEB
Aplicativos Mobile
(app celulares e tablets)

Portais Blogs e Soluções WEB 2.0

Serviços de chat - Webnews Webconteúdo - Quiz - FAQ
Marketing Digital
Mídias sociais
Gestão de conteúdo
Portais de Comercio Eletrônicos
Lojas Virtuais

Gestão Eletrônica de Documentos



Digitalização de Documentos
Grandes Formatos
Guarda Documental
Workflows

Projetos On-Demand



Um projeto com a SUA cara.

O software se adapta as necessidades da sua empresa e não o contrário.



Soluções Tecnológicas
A CACTUS Tecnologia da Informação acredita na liberdade, em qualquer lugar e a qualquer momento, por isso fornece soluções inovadoras que realmente geram resultados nas corporações e na vida das pessoas.
Instagram
Facebook
Contato
BLOG

EVITANDO QUE SE LISTE OS ARQUVOS DE UM DIRETORIO

17/03/2015 por Renato Dantas

crie um arquivo (ou edite se jah existir) na raiz do servidor (pasta www ou public_html ou htdocs) o arquivo .htaccess

dentro dele adicione a seguinte linha

Options -Indexes

envie para o servidor e pronto! já deve estar bloqueado

INTERNAL SERVER ERROR - ERRO 500

21/11/2016 por Renato Dantas


INTERNAL SERVER ERROR - ERRO 500

O código 500 é um status de erro HTTP que indica uma dificuldade de processamento do servidor, a partir de uma incompatibilidade ou configuração incorreta em uma aplicação de um site.

O QUE CAUSA O ERRO 500?

Ele pode ocorrer por alguns motivos específicos, tais como:
Definição de parâmetros de forma incorreta através de um arquivo .htaccess;
Elevado uso de recursos ou timeout;
Permissões de arquivos incorretas (Linux);
Alto número de acessos simultâneos no site;
Erros de regravação de URL e de diretivas PHP.

Por padrão, permissões de diretórios serão 755 e arquivos 644 dentro do ambiente de hospedagem Linux. Em alguns casos, pode acontecer de tentar mudar as permissões dos arquivos e as mesmas não serem alteradas. O motivo é que o arquivo está com outro usuário dono (nobody ou root).

DEIXANDO O APACHE E O MYSQL MAIS RAPIDOS

05/01/2017 por Renato Dantas

NO APACHE VOCE PRECISA CONFIGURAR O ARQUIVO /etc/apache2/mods-enabled/mpm_prefork.conf
NO APACHE 1.X A VARIAVEL SE CHAMAVA MaxClients MAS A PARTIR DA VERSAO 2 SE CHAMA MaxRequestWorkers
TEM QUE LEMBRAR DISSO SE ESTIVER PESQUISANDO ALGO E VER ESSA VARIAVEL ANTIGA


NO DEBIAN PADRAO VEM A SEGUINTE FORMA:


StartServers 5
MinSpareServers 5
MaxSpareServers 10
MaxRequestWorkers 150
MaxConnectionsPerChild 0


NO CENTOS O ARQUIVO É OUTRO. É O /etc/httpd/conf/httpd.conf. NO GODADDY TINHA O SEGUINTE CONTEUDO

# MaxClients: maximum number of server processes allowed to start
# MaxRequestsPerChild: maximum number of requests a server process serves

StartServers 1
MinSpareServers 1
MaxSpareServers 5
ServerLimit 10
MaxClients 10
MaxRequestsPerChild 4000


# worker MPM
# StartServers: initial number of server processes to start
# MaxClients: maximum number of simultaneous client connections
# MinSpareThreads: minimum number of worker threads which are kept spare
# MaxSpareThreads: maximum number of worker threads which are kept spare
# ThreadsPerChild: constant number of worker threads in each server process
# MaxRequestsPerChild: maximum number of requests a server process serves

StartServers 1
MaxClients 10
MinSpareThreads 1
MaxSpareThreads 4
ThreadsPerChild 25
MaxRequestsPerChild 0

FAZENDO O DIRECIONAMENTO DE UM SITE SEM ALTERAR O ENDERECO DO DOMINIO (IFRAMES)

15/04/2016 por Renato Dantas

É SÓ CRIAR UM IFRAME COM 100% DE ALTURA E LARGURA. PODE SE OLHAR O EXEMPLO DA CACTUS.COM/ESTEVAZ QUE DIRECIONA PARA CACTUS.COM/CAICO





::. Inscrição para CREOESTE .::












ACESSANDO UM SITE PELO TELNET

18/05/2016 por Renato Dantas


É comum em um POS precisar se comunicar com um site qualquer através de protocolo de baixo nível.
Vamos demonstrar aqui o uso via telnet:

corisco:~ renatodnts$ telnet 200.98.246.157 80
Trying 200.98.246.157...
Connected to cpweb0032.servidorwebfacil.com.
Escape character is '^]'.
GET /sondagem/pos/exportar.php?u=999 HTTP/1.0
host: cactustecnologia.com

HTTP/1.1 200 OK
Server: nginx
Date: Wed, 18 May 2016 20:28:26 GMT
Content-Type: application/octet-stream
Content-Length: 0
Connection: close


Como vimos o retorno falhou. o que faltou foi adicionar o agente que está fazendo a requisição (user-agent).
Basicamente é onde se informa o browser utilizado. Vamos prencher essa variavel com o nome POS_CACTUS


corisco:~ renatodnts$ telnet 200.98.246.157 80
Trying 200.98.246.157...
Connected to cpweb0032.servidorwebfacil.com.
Escape character is '^]'.
GET /sondagem/pos/importar.php?u=999 HTTP/1.0
host: cactustecnologia.com
user-agent: POS_CACTUS

HTTP/1.1 200 OK
Date: Wed, 18 May 2016 21:50:59 GMT
Content-Type: text/html
Connection: close
Server: Apache
Content-Length: 12

|1CACTUS - |
Connection closed by foreign host.

Agora sim o servidor retornou o conteudo normalmente. Lembrando que isso só costuma acontecer no servidor da UOL (.com)
nos outros servidores (e localmente) não há essa necessidade e mesmo se o user-agent a conexão é estabelecida corretamente.

MUDANDO O DONO DO ARQUIVO E DO GRUPO EM LINUX

26/08/2016 por Renato Dantas


ACONTECEU DE EU GERAR UM ARQUIVO COMO ROOT E O APACHE NAO CONSEGUIR LOCALIZAR ESSE ARQUIVO. NO CASO EU ENTREI
COMO ROOT NO SERVIDOR .COM E GEREI UM ARQUIVO ZIP COM TODOS OS PDF DO SISTEMA. QUANTO TENTEI BAIXAR ESSE ARQUIVO
PELO NAVEGADOR ELE ACUSAVA O ERRO 404.

PARA RESOLVER O PROBLEMA EU PRECISEI MUDAR O GRUPO E O DONO DO ARQUIVO. APROVEITEI E DEI PERMISSAO 777 TAM'BEM

$ chown cactuste edicoes.zip
$ chgrp cactuste edicoes.zip
$ chmod 777 edicoes.zip


A FUNCAO chown ASSIM COMO A chgrp TEM A MESMA ESTRUTURA: chown nome_usuario nome_arquivo. OU ENTAO chgrp nome_usuario -R nome_pasta/


Isso é bastante usado em servidores virtuais do apache que tem vários usuários diferentes. Ao copiar arquivos de um domínio para o outro tem que lembrar sempre de alterar as informações dos arquivo

DIRECIONANDO UM SITE PELO HTACCESS (SEM ALTERAR A URL EM CIMA)

10/11/2016 por Renato Dantas


DirectoryIndex index.php index.html

RewriteEngine On
RewriteCond %{HTTP_HOST} ^sofiacessorios.com [OR]
RewriteCond %{HTTP_HOST} ^www.sofiacessorios.com [OR]
RewriteCond %{HTTP_HOST} ^http://sofiacessorios.com
RewriteRule ^(.*) http://www.cactustecnologia.com/$1 [P]

EVITANDO QUE SE LISTE OS ARQUVOS DE UM DIRETORIO

17/03/2015 por Renato Dantas

crie um arquivo (ou edite se jah existir) na raiz do servidor (pasta www ou public_html ou htdocs) o arquivo .htaccess

dentro dele adicione a seguinte linha

Options -Indexes

envie para o servidor e pronto! já deve estar bloqueado

INTERNAL SERVER ERROR - ERRO 500

21/11/2016 por Renato Dantas


INTERNAL SERVER ERROR - ERRO 500

O código 500 é um status de erro HTTP que indica uma dificuldade de processamento do servidor, a partir de uma incompatibilidade ou configuração incorreta em uma aplicação de um site.

O QUE CAUSA O ERRO 500?

Ele pode ocorrer por alguns motivos específicos, tais como:
Definição de parâmetros de forma incorreta através de um arquivo .htaccess;
Elevado uso de recursos ou timeout;
Permissões de arquivos incorretas (Linux);
Alto número de acessos simultâneos no site;
Erros de regravação de URL e de diretivas PHP.

Por padrão, permissões de diretórios serão 755 e arquivos 644 dentro do ambiente de hospedagem Linux. Em alguns casos, pode acontecer de tentar mudar as permissões dos arquivos e as mesmas não serem alteradas. O motivo é que o arquivo está com outro usuário dono (nobody ou root).

DEIXANDO O APACHE E O MYSQL MAIS RAPIDOS

05/01/2017 por Renato Dantas

NO APACHE VOCE PRECISA CONFIGURAR O ARQUIVO /etc/apache2/mods-enabled/mpm_prefork.conf
NO APACHE 1.X A VARIAVEL SE CHAMAVA MaxClients MAS A PARTIR DA VERSAO 2 SE CHAMA MaxRequestWorkers
TEM QUE LEMBRAR DISSO SE ESTIVER PESQUISANDO ALGO E VER ESSA VARIAVEL ANTIGA


NO DEBIAN PADRAO VEM A SEGUINTE FORMA:


StartServers 5
MinSpareServers 5
MaxSpareServers 10
MaxRequestWorkers 150
MaxConnectionsPerChild 0


NO CENTOS O ARQUIVO É OUTRO. É O /etc/httpd/conf/httpd.conf. NO GODADDY TINHA O SEGUINTE CONTEUDO

# MaxClients: maximum number of server processes allowed to start
# MaxRequestsPerChild: maximum number of requests a server process serves

StartServers 1
MinSpareServers 1
MaxSpareServers 5
ServerLimit 10
MaxClients 10
MaxRequestsPerChild 4000


# worker MPM
# StartServers: initial number of server processes to start
# MaxClients: maximum number of simultaneous client connections
# MinSpareThreads: minimum number of worker threads which are kept spare
# MaxSpareThreads: maximum number of worker threads which are kept spare
# ThreadsPerChild: constant number of worker threads in each server process
# MaxRequestsPerChild: maximum number of requests a server process serves

StartServers 1
MaxClients 10
MinSpareThreads 1
MaxSpareThreads 4
ThreadsPerChild 25
MaxRequestsPerChild 0

TAGS